Institucional Empreendimentos News Contato Espaço do Corretor Espaço do Cliente
Compartilhar no:

HORTA EM APARTAMENTO? UM SONHO POSSÍVEL!

Sabe aquele prazer de consumir ervas e hortaliças da sua própria horta? Mas morando em apartamentos cada vez menores, como fazer? Confira!

 

Com a verticalização dos principais centros urbanos, o sonho de cultivar uma horta em casa se tornou distante para muitas famílias que passaram a viver em apartamentos, sem quintal.

Aquele prazer de plantar o que se come ficou reservado às gerações antigas, quase sempre associado a época em se viviam em casas com grandes quintais de terra, sítios ou fazendas.

Mas este pensamento mudou!

A crescente preocupação com a sustentabilidade e qualidade de vida nas grandes cidades fez surgir nos últimos anos inúmeros projetos arquitetônicos sustentáveis, como as florestas verticais, e sacadas de apartamentos repletos de plantas e árvores.

O projeto pioneiro desse conceito veio da Itália, em Milão, uma das cidades mais poluídas do mundo.

O condomínio Bosco Verticale inaugurado em 2014 abriga quase 800 árvores de pequeno, médio e grande porte, além de 11.000 plantas perenes e rasteiras e ainda 5.000 arbustos.

O projeto proporciona aos seus moradores a satisfação de morar em um apartamento e poder colher e consumir frutos plantados dentro de casa.

Mas você deve estar se perguntando: é preciso morar num edifício como este para colher os benefícios de cultivar o que se consome? A resposta é não.

A evolução do conceito de se trazer qualidade de vida para dentro dos apartamentos, fez surgir inúmeros projetos de horta em espaços pequenos.

BENEFÍCIOS DE SE CULTIVAR UMA HORTA EM APARTAMENTO

Ter uma horta em casa é sinônimo de maior qualidade de vida, já que ela se torna um incentivo para um consumo maior de vegetais e garante hortaliças livres de agrotóxicos.

Além disso, o cultivo da horta em casa pode representar uma economia para o bolso, uma vez que ajuda a reduzir os gastos com feiras e mercados.

Outro benefício dessa prática pode se dar através da participação das crianças nos cuidados com a horta, que tem a oportunidade de aprender lições de responsabilidade, aproveitar momentos prazerosos em família e manter contato com a natureza.

O cultivo em casa ainda tem mais uma vantagem: ajudar na decoração, tornando o ambiente mais acolhedor, com mais vida e frescor.

Benefícios:

É DIFÍCIL CRIAR UMA HORTA EM UM APARTAMENTO? E MANTÊ-LA?

É muito mais simples do que se imagina. Para se ter um sucesso no seu projeto é preciso planejamento, como a escolha do local e dos vasos.

Preparamos abaixo algumas dicas de como criar uma horta em um apartamento.

BUSQUE PELOS RAIOS DE SOL 

Escolha um lugar para a horta no apartamento que tenha a incidência de sol por pelo menos quatro horas por dia. A maioria dos vegetais plantados em hortas necessitam desse tempo.

A ESCOLHA DOS VASOS

O ideal são os vasos com furos para que escorram a água irrigada. A profundidade do vaso também é importante para que as raízes tenham espaço para crescer. Vasos de 7 a 15 centímetros de profundidade permitem o plantio de quase todos os tipos de temperos ou ervas.

COLOCANDO A TERRA

Escolher a terra influencia muito na qualidade do que irá se colher, porque as plantas precisam de uma base rica em nutrientes para crescerem bem.

O solo deve recriar as condições do ecossistema original da planta e como utilizamos muitas plantas nativas de outros lugares do mundo, os nutrientes se tornam muito necessários.

A terra também deve ser esponjosa para permitir a entrada de oxigênio e conservar uma boa umidade.

SEMENTES OU BROTOS

Para iniciantes e os que buscam resultados mais rápidos, o ideal é começar com brotos. Alguns legumes, como nabo e cenoura, não dão essa opção, mas outros como alface, cebola e tomate, sim.

Tome muito cuidado na hora de plantar os brotos para não danificar suas raízes. Abra buracos grandes o suficiente na terra no momento de colocar os brotos, em seguida pressione um pouco o substrato que se encontra ao redor da planta e regue com água.

ÁGUA

A rega varia de planta para planta pois nem todas pedem a mesma quantidade de água ou o mesmo tipo de rega. Em alguns casos as raízes devem ser molhadas, em outros apenas as folhas.

Outro ponto a se levar em consideração é a época do ano e região do país em que se mora, pois, de acordo com os níveis de umidade e temperatura do ambiente, as plantas precisam de mais ou menos água.

O ideal é que a rega da horta no apartamento aconteça no início da manhã ou final da tarde para que a água não evapore por conta do calor do dia.

ADUBAÇÃO

As plantas retiram do solo os nutrientes para poderem crescer. Com isso, a medida em que são colhidas, elas precisam de mais nutrientes da terra para crescerem de novo.

Nesse ciclo o solo vai empobrecendo e assim os nutrientes dos vegetais também. O adubo é o nutriente da planta em vasos já que ela não pode retirar em um canteiro do chão.

CONHEÇA OS AMIGOS E INIMIGOS DAS PLANTAS

Com o tempo, as plantas receberão visitas que poderão ser amigas ou inimigas. Os pulgões são um mau sinal, porque são parasitas que podem acabar com a horta. Já as joaninhas e abelhas, por exemplo, podem ser grandes aliadas.

Um dos alimentos preferidos das joaninhas são justamente os pulgões, por isso elas são ótimos inseticidas naturais.

A ESCOLHA DAS PLANTAS

Existe uma variedade de plantas que podem ser cultivadas em uma horta de apartamento. Preparamos abaixo uma pequena lista com as principais plantas e algumas características delas. Dividimos em três grupos: temperos, frutos e hortaliças.

TEMPEROS

Exige um vaso maior e não se recomenda compartilhar recipientes pois suas raízes ocupam mais área do que outras ervas.

Se desenvolve melhor sozinha em um vaso por ter raízes mais profundas do que os outros temperos da lista.

Ao colher, sempre tire os talos da cebolinha pela base, nunca pela metade.

Na hora de colher o alecrim, retire sempre metade ou menos do raminho. Isso é importante para dar continuidade ao crescimento dele.

O tempero fresco é tão bom quanto a versão desidratada e pega no solo com facilidade.

Se adapta bem até nos mais pequenos vasos, podendo ser uma ótima opção para montar a sua horta em casa.

Dedo-de-moça, biquinho e tabasco são as mais indicadas para se cultivar em hortas pequenas.

DICA: Temperos são os mais fáceis de cultivar pois não precisam ser replantados, basta colher as folhas do pé.

FRUTOS

Quando as sementes estiverem com brotos, coloque-as em vasos maiores e assim que o tomateiro for crescendo, coloque estacas para otimizar o espaço.

O ideal é plantá-los com as sementes já prontas e usar uma terra de boa qualidade. O vaso deve estar suspenso para os morangos crescerem em cascata.

Por crescer de forma parecida com o morango e ter boa adaptação, também pode estar em um vaso na sua horta em apartamento.

HORTALIÇAS

Suas variedades são bem fáceis de cultivar, especialmente a couve-manteiga.

Existem versões menores, como a alface baby, que cabem em qualquer vasinho.

Se desenvolve melhor no tempo do frio.

A principal vantagem em cultivá-la é que além da raiz, as folhas também podem ser usadas na alimentação.

Assim como a beterraba, pode ter as ramas usadas enquanto cresce debaixo da terra.

Cresce rápido e em 25 dias pode ser colhido. Mas ao tirá-los do vaso, você precisará repetir o processo de plantio das sementes.

DICA: Como são maiores, as hortaliças exigem mais luz e, dependendo do tipo, um novo plantio a cada colheita.

Pense nas plantas que mais gosta e consome e comece sua horta por elas. Isso aumentará suas chances de persistir em seu cultivo caseiro.

 

 

APARTAMENTOS STUDIO VIERAM PARA FICAR
30 / 08 / 2021 APARTAMENTOS STUDIO VIERAM PARA FICAR

Se você está pensando em comprar seu próprio imóvel ou investir no setor imobiliário, precisa ficar de olho nesta tendência. Os apartamentos studio vieram para ficar. Esse tipo de empreendimento é um dos mais procurados em grandes cidades.

Saiba mais
AMBIENTES INTEGRADOS: UTILIDADE E VALORIZAÇÃO DO IMÓVEL
16 / 08 / 2021 AMBIENTES INTEGRADOS: UTILIDADE E VALORIZAÇÃO DO IMÓVEL

Quem já assistiu aos programas de reformas e construção, deve ter reparado em uma tendência que está cada vez mais presente nos projetos arquitetônicos: o conceito aberto. Com menos paredes e mais espaço, o objetivo é proporcionar amplitude e até mesmo mais interação entre os moradores.
No blog de hoje te contamos as vantagens da integração de ambientes, além de dicas de como delimitar e decorar esses espaços.

Saiba mais